quinta-feira, 17 de janeiro de 2019

Durante posse do novo coronel da PM, Zema diz que prioridade é colocar salário em dia

O governador de Minas Gerais Romeu Zema deu posse na manhã desta quinta-feira ao novo coronel da Polícia Militar. Geovanne Gomes da Silva, de 47 anos, assume o comando-geral da PM no lugar de Helbert Figueiró de Lourdes, que vai para a reserva.

No discurso de posse, o coronel Geovanne  fez um discurso duro dizendo que a corporação não deve fazer greve ou paralisação sob pena de gerar um caos social. O coronel disse ainda que o Instituto de Previdência Militar deve ser intocável.
Em rápido pronunciamento, Romeu Zema disse que sua prioridade é colocar em dia o pagamento dos servidores, mas disse que ainda não há um prazo para que isso aconteça. 
“Quero deixar aqui muito claro que tenho especial noção da apreensão de vocês com relação aos pagamentos, o que também me apreende, mas quero lembrar que a atual situação do estado não nos têm permitido fazer diferente”, disse.
A solenidade aconteceu na Academia da Polícia Militar no bairro Prado, na região Oeste de Belo Horizonte, e contou com a presença do prefeito da capital mineira Alexandre Kalil.
Protestos
Do lado de fora da Academia da Polícia Militar, familiares de militares fizeram um protesto exigindo o pagamento do 13º salário de 2018. 
Itatiaia