segunda-feira, 10 de setembro de 2018

Cidades do interior terão bases comunitárias da PM a partir da próxima semana

Cidades da Região Metropolitana de BH e algumas do interior receberam os carros já na próxima semana
O governador de Minas Fernando Pimentel anunciou, na manhã desta segunda-feira (10), a distribuição de 120 bases comunitárias da Polícia Militar para municípios do interior.
A implantação começa em cidades da Região Metropolitana e algumas do interior, a partir da próxima semana. Ainda segundo Pimentel, a polícia começará a utilizar viaturas blindadas no combate a explosões de caixas eletrônicos. 
“Ao longo deste mês e do mês que vem, vamos estender o modelo que está dando certo em Belo Horizonte para o interior todo. Vamos começar na Região Metropolitana, com Contagem, Betim, Neves; e depois Juiz de Fora, Uberlândia, Montes Claros”, afirmou. 
O serviço, que já funciona em BH, será implementado nas cidades de maior porte de Minas, aquelas com maior concentração de pessoas e fluxo de veículos. “Serão 106 distribuídas nesses municípios, porque as demais são de reserva para eventuais manutenções”, explicou o coronel Helbert Figueiró, do comando da Polícia Militar de Minas Gerais. 
A informação foi passada após reunião do governador com o comitê de segurança pública. O encontro mensal discute dados de crimes e decide estratégias de ação do grupo. Nesta segunda-feira (10), foram analisados dados de janeiro a agosto de 2018, em comparação com o mesmo período do ano anterior. 
Crimes
Conforme o Secretário de Estado de Segurança Pública, Sérgio Barboza Menezes, os números "são bons" e 10 dos 12 índices acompanhados tiveram queda. Dados absolutos, no entanto, não foram repassados durante entrevista à imprensa. “Diminuíram inclusive os crimes violentos, como homicídio e roubo. Explosões de caixas eletrônicos caíram cerca de 50% em relação a 2017”, afirmou. Para ele, a queda pode ser atribuída à integração entre as forças de segurança, repressão qualificada e proteção social. 
Segurança regional blindada
Além disso, ainda conforme o governador, a PM está autorizada a adquirir 20 veículos de grande porte, blindados para enfrentar as quadrilhas de roubo e explosão de caixas eletrônicos. "O veículo na verdade já está em teste desde a semana passada na região de Poços de Caldas e vai percorrer algumas regiões, para adaptação da tecnologia", explicou o coronel da PM, Helbert Figueiró. Segundo ele, o trabalho será de prevenção, e também de combate e cerco no momento das ocorrências. 
O carro tem estrutura de caminhonete, com a carroceria toda blindada e ficará em pontos estratégicos, nos municípios com maior número de casos, diariamente. Cada veículo tem um custo de aproximadamente R$ 340 mil. O projeto inicial deve girar em torno de R$ 7 milhões.

Veja os dados em Minas Gerais
Dados em Minas Gerais
Veja os dados em Belo Horizonte
Dados em Belo Horizonte

Vamos!