sexta-feira, 27 de julho de 2018

Governo de MG promete pagar restante da 2º parcela na segunda-feira

Resultado de imagem para sem dinheiro
Segundo secretário, o atraso ocorreu por causa de um bloqueio nas contas do estado e parte dos aposentados está sem receber
O governo de Minas informou no início da tarde desta sexta-feira (27) que parte dos aposentados, que ainda não recebeu a segunda parte do salário deste mês, terá os valores creditados nas contas na segunda-feira (30). Segundo o secretário adjunto de governo em exercício, Francisco Moreira, não foi possível pagar uma parte dos inativos por causa de um bloqueio nas contas do estado.

A parcela deveria ter sido paga na quarta-feira, mas apenas parte do funcionalismo recebeu. “Tivemos este mês um bloqueio surpresa de R$ 420 milhões no Banco do Brasil nas contas do estado por causa de um empréstimo contratado pelo governo passado e que é debitado mensalmente. Sempre pagamos em atraso, no decorrer do mês. Neste, estranhamente nos bloquearam”, explicou o secretário. 
 
De acordo com Francisco Moreira, o restante pagamento será feito no horário bancário, na segunda-feira. 
 
“Pedimos desculpa aos inativos contratempo, mas mais uma vez o cerco do governo federal contra estado prejudica a população”, afirmou. 
 
Sobre os atrasos do mês passado, o secretário em exercício afirmou que o problema foi a greve dos caminhoneiros, que gerou queda na arrecadação. De acordo com ele, a previsão de pagamento da terceira parcela dos salários continua mantida para 31 de julho. 
 
Moreira disse que a falta de votação pela Assembleia dos projetos de securitização das dívidas estaduais e da Companhia de Desenvolvimento de Minas Gerais (Codemig) também prejudicou financeiramente o estado. 

A expectativa do governo de Minas de concluir os pagamentos dos servidores do estado na quinta-feira não se concretizou. 

Conforme cronograma do governo, a segunda parcela devida é de R$ 1,5 mil para os funcionários da educação e demais setores administrativos. Para quem trabalha na segurança ou na Fundação Hospitalar (Fhemig), o valor continua sendo de R$ 3 mil. O restante dos salários, para quem ganha mais de R$ 3 mil ou R$ 6 mil, será quitado no dia 31.

Confira a escala de julho:

1ª parcela: 13/7 (sexta-feira)
2ª parcela: 25/7 (quarta-feira)
3ª parcela: 31/7 (terça-feira)

Os critérios adotados são os seguintes:
- Na primeira parcela, serão depositados até R$ 3 mil para os servidores da Segurança Pública e da FHEMIG. Para os demais servidores, serão depositados até R$ 1.500;
Na segunda parcela, os critérios serão iguais aos da primeira;
Na terceira parcela, serão depositados os valores restantes para todos os servidores.

Vamos!