quinta-feira, 28 de junho de 2018

Fuzis apreendidos em aeroporto são doados à Policia Civil

Fuzis AK-47

As armas, apreendidas pela Desarme (Delegacia Especializada em Armas, Munições e Explosivos), incluem 15 unidades do modelo AR-10 e 45 do modelo AK-47


O Gabinete de Intervenção Federal do Rio de Janeiro entregou nesta quinta (28) para a Polícia Civil do estado 60 fuzis apreendidos em junho do ano passado, no Aeroporto Internacional do Galeão. 

A doação faz parte das medidas emergenciais da intervenção e foi autorizada pelo Exército, em parecer favorável em um processo na 8ª Vara Federal Criminal.
Segundo o gabinete, todos os fuzis passaram por testes para assegurar seu funcionamento e segurança e estão em "perfeitas condições". As armas, apreendidas pela Desarme (Delegacia Especializada em Armas, Munições e Explosivos), incluem 15 unidades do modelo AR-10 e 45 do modelo AK-47.
Em dez anos, o Rio teve 2.545 fuzis apreendidos. A apreensão desses fuzis em 2017, no entanto, foi considerada a maior do gênero no período. A carga foi avaliada em R$ 4,8 milhões, e quatro suspeitos de envolvimento do contrabando de armas foram presos.
Apesar de 2017 ter sido um ano atípico, com um número superior de apreensões, a média após o inicio da intervenção no Rio mostra que a atividade não impactou essa atividade, que se aproxima de médias de anos anteriores. 
Números do Instituto de Segurança Pública, ligado ao governo do Rio, mostram que a apreensão de fuzis, submetralhadoras e metralhadoras caiu nos três meses completos após a ação federal.
De março a maio foram retiradas de circulação 92 armas desse calibre no estado. No ano passado foram 145 no mesmo período.

Que absurdo!