quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

Policial entra na Record armado, surta e causa pânico na empresa

UAV20180131-045.jpg

Na conversa com o porteiro homem disse que tinha sido preso injustamente
Um policial civil causou momentos de tensão na sede da Record TV, no bairro Floresta, região Leste de Belo Horizonte, na manhã desta quarta-feira (31), ao entrar na emissora com uma arma. O homem teria ido à emissora para sugerir uma pauta, mas, na conversa com o porteiro, disse que tinha sido preso injustamente.
Depois disso, o homem colocou uma arma na própria cabeça e disse que se mataria. Ele falou que não faria nada com o porteiro. A ação mobilizou agentes da Polícia Militar e da Polícia Civil. O homem saiu do prédio acompanhando de policiais civis da Corregedoria.
A emissora disse que não vai se pronunciar sobre o caso.
Resposta da Polícia Civil:
O Investigador de Polícia que esteve na manhã de hoje (31) na TV Record estava de licença médica desde o dia 19 de setembro do ano passado. Ele apresentou problemas psiquiátricos e estava sendo acompanhado pelos órgãos responsáveis da instituição. O policial já tinha histórico de licenças médicas em períodos anteriores. Ele foi encaminhado à Corregedoria-Geral de Polícia Civil, onde serão tomadas medidas pertinentes.