quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

Governo de Minas admite que ainda não tem dinheiro para pagar o 13º dos servidores neste ano

Carlos Alberto Pereira/Divulgação
Em entrevista exclusiva à Rádio Itatiaia, o secretário de Planejamento de Minas Gerais, Helvécio Magalhães, afirmou que a prioridade do governo  é o pagamento do décimo 13º, mas admite que não há recurso garantido.
Sem dinheiro, não está descartada a possibilidade de o Executivo não conseguir pagar nenhuma parcela do 13º neste ano.
De acordo com Helvécio Magalhães, a expectativa do governo está no projeto da securitização que vende as dívidas de empresários para os bancos para que as instituições quitem os valores imediatamente.