sexta-feira, 6 de outubro de 2017

Ação contra Pimentel

Terminou nessa quinta-feira (5) o prazo para que as partes envolvidas no processo que pede a cassação do mandato do governador Fernando Pimentel (PT), no Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG), enviassem suas alegações finais para o desembargador Pedro Bernardes de Oliveira, relator do procedimento.
A ação, movida pelo PSDB de Minas no início de 2015, baseia-se no fato de que as contas da campanha do petista no pleito de 2014 foram reprovadas pela Corte mineira. Em fevereiro deste ano, o Ministério Público Eleitoral (MPE) apresentou um parecer favorável ao pedido. Caso Pimentel seja condenado nesse processo, ele ainda vai poder recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) no cargo. O governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão (PMDB), enfrenta situação semelhante no TSE.

Governo de Minas ainda não sabe se terá dinheiro para pagar nesta sexta salário dos servidores

O Governo de Minas tem até as 23h59 desta sexta-feira para pagar a segunda parcela do salário dos servidores públicos, mas até agora nem t...