quarta-feira, 6 de setembro de 2017

Grupo criminoso armado com fuzis assalta dois bancos em Jacutinga

Jacutinga

Segundo a Polícia Militar (PM), o grupo, com pelo menos 20 homens, explodiu caixas eletrônicos de duas agências bancárias em um assalto simultâneo
A pequena cidade de Jacutinga, no Sul de Minas, foi alvo de uma quadrilha na madrugada desta quarta-feira (6). Os criminosos explodiram duas agências bancárias da cidade – uma da Caixa Econômica Federal e outra do Banco do Brasil – e levaram uma quantia em dinheiro dos caixas eletrônicos ainda não divulgada pela Polícia Militar (PM). Segundo a corporação, pelo menos 20 criminosos, armados com fuzis e revólveres, participaram dos assaltos, que foram realizados de forma simultânea por volta das 3h.
As câmeras de vigilância das agências flagraram a ação dos criminosos. Conforme a PM, os vídeos mostram que, enquanto alguns dos criminosos entravam nos bancos para roubar o dinheiro, outros esperavam os comparsas do lado de fora em seis carros. Além disso, de acordo com o tenente Sérgio Alves de Oliveira, do 3º Pelotão da 12ª Cia. Independente da PM de Ouro Fino, alguns suspeitos atiraram para o alto durante a fuga com o objetivo de assustar a população e intimidar os militares.
“As agências estão isoladas e aguardando os trabalhos da perícia. Não sabemos ainda quanto eles levaram. Já sabemos que no momento das explosões alguns deles ficaram nos seis carros fazendo a 'segurança' do perímetro”, afirmou o tenente.
Os carros utilizados na fuga foram uma Jaguar Land Rover verde, uma Toyota Hilux prata, um Toyota Corolla preto, um Volkswagen Fox prata, um Chevrolet Astra prata e um Jeep Cherokee preto. A PM acredita que eles fugiram em direção ao município de Ouro Fino, também no Sul de Minas, que fica a cerca de 30 km de Jacutinga.
A PM acredita que a quadrilha seja formada por criminosos de São Paulo. “Temos essa suspeita porque Jacutinga faz divisa com diversas cidades paulistas como Itapira. Além disso, as câmeras de vigilância captaram o áudio da ação dos criminosos. Conseguimos ouvir algumas conversas dos suspeitos e percebemos que o sotaque e algumas gírias deles são dessas cidades do Estado vizinho”, argumentou.
Além de policiais de Jacutinga e Ouro Fino, a Polícia Civil e a Polícia Federal estão empenhadas nas buscas aos criminosos. Até o momento nenhum dos suspeitos ou os carros foram localizados.
A assessoria da Polícia Civil informou que os policiais da corporação estiveram nas duas agências na manhã desta quarta, mas a Polícia Federal é a instituição que deve assumir as investigações.
A reportagem tentou contato com a Polícia Federal, mas as ligações não foram atendidas.
Atualizada às 11h45

Câmara dos Deputados promove degustação de queijos mineiros

Evento foi articulado pelo presidente interino Fábio Ramalho (PMDB) e terá a participação do governador Fernando Pimentel (PT)