sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Governo de MG diz que 88% dos servidores receberam duas parcelas do salário

Resultado de imagem para Governo de MG diz que 88% dos servidores receberam duas parcelas do salário

Em nota, a Secretaria de Estado de Fazenda informou que o estado trabalha para pagar os últimos 12% 'o quanto antes'O governo de Minas Gerais informou, por meio de nota, que está regularizando o pagamento da segunda parcela dos salários dos servidores públicos do estado, que deveria ter sido creditado nesta quinta-feira (21). Segundo a Secretaria da Fazenda, até o fim da manhã desta sexta-feira (22), “88% do funcionalismo receberam as primerias e segunda parcelas dos salários, conforme previsto no cronograma de setembro”. 

A Fazenda, que ontem havia informado que o atraso no depósito da segunda parte dos salários daqueles que ganham mais de R$ 3 mil ocorreu por falta de fluxo de caixa, não deu um prazo para terminar os pagamentos. O governo informou apenas que “trabalha para depositar o quanto antes os valores referentes aos 12% (de funcionários restantes)”.
 
Nesta quinta-feira, o Executivo divulgou nota dizendo que, apesar do esforço em cumprir o cronograma da escala de pagamentos,  não havia sido possível depositar 100% dos valores referentes à segunda parcela. 
O pagamento da terceira parcela, para aqueles com salários superiores a R$ 6 mil, está previsto para o dia 27 de setembro.

Segundo o governo de Minas, 75% dos servidores públicos ganham até R$ 3 mil e, por isso, recebem em pagamento único. 


Com dificuldades em fechar as contas, o governo de Minas adotou o escalonamento no salário de parte dos servidores desde fevereiro do ano passado. Funcionários que recebem até R$ 6 mil têm o salário parcelado em duas vezes. Aqueles que recebem acima desse valor tem o salário parcelado em três vezes. 

No mês passado, também por falta de recurso em caixa, a escala de pagamentos também atrasou.

Ação contra Pimentel

Terminou nessa quinta-feira (5) o prazo para que as partes envolvidas no processo que pede a cassação do mandato do governador Fernando P...