quinta-feira, 17 de agosto de 2017

Duas mulheres são encontradas mortas em sacos plásticos em MG

Em Divino corpo de mulher é encontrado em saco plástico e enrolado em cobertor

Os dois casos ocorreram na Zona da Mata; em Divino uma mulher foi encontrada embaixo da escada de um beco morta dentro de um saco plástico; já em Cataguases uma mulher foi encontrada sem braços e pernas em um rio
Os assassinatos de duas mulheres com requintes de crueldade foram registrados nesta quarta-feira (16) no interior de Minas. O corpo das duas vítimas foram encontrados com sinais de violência dentro de sacos plásticos, uma delas teve alguns membros arrancados. A Polícia Civil está investigando os casos, que aconteceram na Zona da Mata. Por enquanto, a polícia ainda não vê relação entre os crimes, porém isto ainda pode ser investigado. 
Em Cataguases, o corpo de uma mulher de aproximadamente 20 anos foi encontrado em um saco plástico boiando no rio Pomba. De acordo com a Polícia Civil, o corpo estava sem os braços, sem uma das pernas e com perfurações no tórax, aparentemente causada por facadas. O corpo precisou ser retirado com a ajuda de um barco pela Defesa Civil da cidade. 
“Pessoas que passavam perto do rio decidiram mexer no saco plástico e viram um pé. Elas acionaram a polícia e o corpo foi encontrado em estado bastante deteriorado. Ela estava com uma calça de oncinha e uma blusa também com uma onça desenhada. É uma mulher com 20 e poucos anos e branca”, contou a delegada Érica Nascimento Guedes, da Delegacia de Mulheres da cidade.
Segundo ela, nenhuma mulher dessa idade e com essas características foi dada como desaparecida na cidade. “Nós estamos suspeitando que pode ser alguma vítima de cidade próxima, mas tudo ainda está em apuração”, afirmou a delegada. De acordo com ela, testemunhas que encontraram o corpo serão ouvidas a partir desta quinta.
Ela disse ainda que a expectativa é de tentar encontrar algum familiar da vítima pelas características das roupas. Quem tiver alguma informação sobre que possa ajudar a identificar a vítima deve entrar em contato pelo telefone (32) 3421-1129. As polícias de cidades vizinhas também serão procuradas pela delegada para tentar identificar a mulher. 
Apesar de ter sido encontrado nesta quarta, a polícia suspeita que o crime tenha ocorrido há mais tempo já que no último dia 9 de agosto, uma testemunha já tinha visto o saco de lixo no rio, mas não teve como mexer no plástico e nem acionou a polícia, já que não suspeitou se tratar de um corpo. 
A outra morte foi registrada em Divino, na mesma região. De acordo com a Polícia Militar, a mulher de 38 anos, foi encontrada morta por populares em baixo de uma escada de um beco dentro de um saco plástico enrolado em um cobertor e com sinais de violência. A mulher estava com um pano amarrado a boca.
A mulher tinha sido vista pela última vez na terça-feira (15). O principal suspeito do crime é o marido da mulher que deixou os filhos na casa da sogra dizendo que a vítima estaria viajando para o Rio de Janeiro. O homem está foragido. A Polícia Civil vai investigar o caso.

Câmara dos Deputados promove degustação de queijos mineiros

Evento foi articulado pelo presidente interino Fábio Ramalho (PMDB) e terá a participação do governador Fernando Pimentel (PT)