segunda-feira, 14 de agosto de 2017

Coronel surta, exige reunião com deputado e ameaça atirar em BH

Imagem relacionada

Homem faz parte do quadro da reserva do Corpo de Bombeiros; ele disse à polícia que é amigo do político
Por quase duas horas, o Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) precisou negociar com um coronel da reserva do Corpo de Bombeiros que estava armado e ameaçava atirar em direção a prédios no entorno da praça Sete, no centro de Belo Horizonte, na madrugada desta segunda-feira (14).
O homem, que não teve o nome e a idade divulgados, exigia uma reunião com um deputado estadual, que fez parte do quadro da Polícia Militar. De acordo com informações das duas corporações, por volta de 2h45, o coronel chegou à praça e se posicionou ao lado do Pirulito armado com uma carabina. Minutos depois, ele começou a gritar que queria o encontro com o político, que na versão do militar, seria amigo dele.
A área em que esse homem estava foi cercada e, depois de muita conversa, ele se rendeu, por volta de 4h40. Por sorte, ninguém ficou ferido e  o homem foi encaminhado ao Hospital da Polícia Militar.
De acordo com informações preliminares dos militares que atenderam a ocorrência, o coronel faz uso de remédios controlados e, nesta madrugada, teria ingerido bebidas alcoólicas. A família dele já foi avisada e seguiu para o hospital.
O motivo dessa reunião com o deputado estadual não foi esclarecido pelo militar da reserva.

Governo de MG diz que 88% dos servidores receberam duas parcelas do salário

Em nota, a Secretaria de Estado de Fazenda informou que o estado trabalha para pagar os últimos 12% 'o quanto antes'