segunda-feira, 3 de julho de 2017

Perseguição a carro roubado termina com um( bandido) morto e dois feridos

TIROTEIO SERRANO

O veículo foi tomado de um policial no sábado, no bairro Rio Branco
Um suspeito de 23 anos morreu e outros dois jovens ficaram feridos na noite de domingo (2), no bairro Serrano, na região Noroeste de Belo Horizonte, após fugirem de uma abordagem da polícia e iniciarem uma perseguição que perdurou por cerca de três quilômetros. O trio estava em um carro que foi roubado no dia anterior de um policial militar. 
Conforme a Polícia Militar (PM), o Honda HRV branco, que foi roubado no sábado (1º) no bairro Rio Branco, na região de Venda Nova, foi avistado por militares que faziam patrulhamento nas proximidades do Zoológico da capital, mas os eles acabaram perdendo os suspeitos de vista. Uma outra equipe da PM que estava na próxima se deslocou para a região e acabou se deparando com o veículo na praça São Dimas, já no bairro Serrano. 
Os PMs teriam então acionado as luzes e sinais sonoros para advertir os suspeitos, que fugiram em alta velocidade e entraram na contra-mão da rua Sami Sirihal. Disparos foram efetuados contra os pneus do veículo roubado, que acabou parando na via. Neste momento um dos suspeitos teria descido atirando contra os militares, que revidaram e o atingiram. Em seguida outro homem saiu do carro com uma arma na mão, e também acabou baleado. 
O primeiro suspeito a ser baleado, um homem de 23 anos, chegou a ser socorrido para a Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) Pampulha, mas acabou morrendo no local. Já o rapaz de 19 anos foi atingido na coxa direita e foi levado ao Hospital Risoleta Neves, sem risco de morte. Além disso, um adolescente de 17 anos também acabou baleado na panturrilha e nas nádegas e foi socorrido ao Hospital João XXIII. 
Armas
Com os jovens que estavam no carro roubado, a PM apreendeu uma réplica de arma de fogo, uma pistola calibre .765 com quatro munições não utilizadas, e um revólver calibre 38 com três munições intactas, uma deflagrada e duas picotadas (que falharam).
FOTO: PMMG / DIVULGAÇÃO
armas
Duas armas e um simulacro teriam sido apreendidos
As armas dos policiais envolvidos também foram apreendidas para passar por perícia. O militar que é dono do carro roubado pelos suspeitos foi procurado e reconheceu o rapaz de 19 anos e o menor como os autores do crime.