sexta-feira, 7 de julho de 2017

Flanelinhas são alvos de operação da PM neste fim de semana na Pampulha


Em desdobramento do "Pampulha Mais Segura", lançado nessa quarta-feira, PMs e guardas municipais vão atuar na região na tarde desta sexta-feira e sábado
Os flanelinhas que teimam em seguir nas ruas próximas à Orla da Lagoa da Pampulha são alvos de um reforço policial nesta sexta-feira e neste sábado. Uma operação conjunta da Polícia Militar, Guarda Municipal, Regional Pampulha da PBH e da Delegacia Especial Adida Juizado Especial pretende combater a atuação dos flanelinhas na região.

O combate aos flanelinhas é um desdobramento da operação "Pampulha Mais Segura", lançada nessa quarta-feira e que vai ocorrer na região durante as férias de julho. Conforme a PM, a operação vai atuar no entorno de todo o Complexo Arquitetônico da Pampulha e nas proximidades do Parque Guanabara, Minerão e Mineirinho.

De acordo com o major Fábio Almeida, comandante da 17º companhia da PM, o combate contra os flanelinhas, em especial, será às 15h desta sexta-feira e deste sábado. "Nós teremos viaturas durante todo o dia na região, como já acontece rotineiramente. Mas a operação contra os flanelinhas começa às 15h nos dois dias, pois é um horário de grande movimentação e no sábado, inclusive, teremos um evento de grande porte no Mineirão." 

O militar informou que a PM mapeou os principais pontos de atuação e pretende atuar nestas áreas para inibir a presença dos flanelinhas. "É uma operação de combate e preventiva com a Guarda Municipal e vamos ocupar todas as áreas que eles ocupam. A intenção é não permitir que eles atuem, mas caso eles insistam e a gente verifique a ocorrência de crimescomo extorsão, constrangimento ilegal e ameaças, serão prontamente detidos e encaminhados à delegacia de juizado especial", relatou. 

Segundo o major Fábio Almeida, a corporação irá distribuir cartilhas com dicas de segurança e a operação contará com 15 agentes da guarda municipal e 15 policiais militares. 

Os lavadores de carros credenciados pela Prefeitura de Belo Horizonte também poderão ser detidos, segundo a PM, caso os policiais e guardas que estiverem na operação constatarem extorsão de dinheiro ou outro crime aos frequentantes do local. Como são credenciados pela Prefeitura de Belo Horizonte, os lavadores passarão por avaliação de conduta de fiscais da regional Pampulha que vão acompanhar a operação.

*Sob supervisão do editor Benny Cohen

Dez pessoas são presas durante operação de combate à criminalidade no Vale do Mucuri

Pelo menos dez pessoas foram presas, nesta sexta-feira (17), durante operação de combate à criminalidade no município de Malacacheta, no V...