quarta-feira, 5 de abril de 2017

Torturado por militares, Amado Batista pede a volta da ditadura

Amoroso. O cantor Amado Batista vai apresentar seus grandes sucessos, como

"Prefiro a ditadura a essa anarquia que está hoje", disse o cantor durante o Programa do Porchat que vai ao ar nesta quarta; ele também disse que votará em Bolsonaro na próxima eleição
Amado Batista deixou Fábio Porchat inquieto nessa terça (4) durante a gravação do Programa do Porchat.
O cantor, que foi preso e torturado durante a ditadura militar, usou o talk-show para fazer campanha pelo retorno do controle militar no país. "Prefiro a ditadura a essa anarquia que está hoje", disse.
O cantor aproveitou a ocasião para declarar em quem votará na próxima eleição presidencial. "Democraticamente, (o próximo presidente) tem que ser Jair Bolsonaro". O programa vai ao ar nesta quarta-feira (5) na Record TV.

Dez pessoas são presas durante operação de combate à criminalidade no Vale do Mucuri

Pelo menos dez pessoas foram presas, nesta sexta-feira (17), durante operação de combate à criminalidade no município de Malacacheta, no V...