segunda-feira, 10 de abril de 2017

Polícia detém mais um por sequestro e morte de vendedora em Contagem

Sequestro.

Adriana foi rendida e levada dentro do carro no estacionamento do centro de compras onde fica a Leroy Merlin, empresa onde trabalhava
A Polícia Civil informou, na manhã desta segunda-feira (10), que prendeu mais um dos quatro envolvidos no sequestro e morte de Adriana Adriana Maria da Cruz, de 39 anos. Dois adultos e um adolescente estão detidos e um homem ainda é procurado, segundo a delegada Renata de Oliveira Lima da 2ª Delegacia de Polícia Civil de Contagem, na região metropolitana, onde o crime aconteceu.
Adriana foi rendida e levada dentro do carro no estacionamento do centro de compras onde fica a Leroy Merlin, empresa onde trabalhava, em Contagem, na região metropolitana, na última sexta-feira (7).
O corpo foi achado na lagoa Várzea das Flores, em Betim, cidade vizinha, na noite do último sábado (8). Ela estava desaparecida desde quando largou o trabalho como vendedora na Leroy. O marido, instrutor de auto-escola, a aguardava em um churrasco.
Dois rapazes a renderam, sem qualquer preocupação com as câmeras do estacionamento, que registraram parte do crime e em meio a diversos carros. Eles saíram pela cancela com a vítima ao volante.
Segundo a Polícia Civil, o crime foi confessado por um dos envolvidos, que afirmou ter enforcado Adriana com o cadarço para roubar o carro, escolhido aleatoriamente, sem mais “justificativas”, o que indignou internautas e familiares.

Dez pessoas são presas durante operação de combate à criminalidade no Vale do Mucuri

Pelo menos dez pessoas foram presas, nesta sexta-feira (17), durante operação de combate à criminalidade no município de Malacacheta, no V...