quinta-feira, 6 de abril de 2017

Em Minas, detentos deixam as celas para trabalhar na limpeza e manutenção urbana

Resultado de imagem para Em Minas, detentos deixam as celas para trabalhar na limpeza e manutenção urbana
Mais de 500 detentos e presas do regime semiaberto em Minas trocam as celas por serviços à população. Eles trabalham no combate à dengue, limpeza de lotes vagos e córregos, varrição de ruas e manutenção de cemitérios. 

O trabalho é desenvolvido em 45 municípios do Estado, divididos todas as regiões: Zona da Mata, Vale do Rio Doce, Mucuri, Triângulo, Sul, Norte, Noroeste, Oeste Metropolitana e Central.
Conforme a Secretaria de Estado de Administração Prisional (Seap),os homens e mulheres saem de manhã e retornam no fim da tarde. Nas ruas, vestem o uniforme das prefeituras ou uma camiseta e calça jeans. O uniforme vermelho de detento fica na unidade prisional, mas em todos os municípios a população sabe que há presos cuidando da limpeza de avenidas e ruas. Os municípios são parceiros da iniciativa. 
Os presos têm direito à remição de pena. Para cada três dias de atividades, um a menos na condenação. A remuneração é de ¾ do salário-mínimo. Eles devem estar no regime semiaberto e ser aprovados pela Comissão Técnica de Classificação (CTC): grupo multidisciplinar de profissionais da unidade prisional, das áreas de segurança, jurídica, saúde e psicossocial.
Há casos especiais, autorizados pelo juiz da Comarca, de presos do regime fechado em atividades externas de trabalho.
(*Informações da Agência Minas)

Dez pessoas são presas durante operação de combate à criminalidade no Vale do Mucuri

Pelo menos dez pessoas foram presas, nesta sexta-feira (17), durante operação de combate à criminalidade no município de Malacacheta, no V...