segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

Funcionário de pizzaria reage a assalto e é baleado no rosto em BH

A imagem pode conter: texto

Vítima e colegas tinham acabado de deixar o trabalho, quando foram abordados por homem armado; suspeito fugiu sem nada levar
Um funcionário de uma pizzaria, de 25 anos, foi baleado durante um assalto, na madrugada desta segunda-feira (16), no bairro Castelo, na região da Pampulha, em Belo Horizonte. A vítima teria reagido e, o suspeito muito nervoso, atirou.
Dois colegas do jovem ferido estavam com ele e contaram à Polícia Militar (PM) que os três tinham acabado de sair do trabalho e, nas proximidades da pizzaria, um homem armado, de boné e chinelos, abordou-os e anunciou o assalto.
O suspeito estava muito nervoso e teria atirado ao identificar uma reação da vítima. Um dos tiros acertou o rosto do jovem e uma segunda bala atingiu um dos ombros dele.
A vítima foi socorrida por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para o Hospital João XXIII, onde segue internado.
O suspeito fugiu a pé, sem nada levar, e, até o momento, não foi localizado. Câmeras de segurança da região podem ter filmado o crime.
Adolescentes são baleados em carro e um morre no Padre Eustáquio

Suspeita é de que homicídio esteja relacionado a briga entre pessoas de aglomerados em "guerra"; até o momento, ninguém foi preso

Dois adolescentes de 17 anos cada foram baleados dentro de um carro e um deles morreu, na noite desse domingo (15), no bairro Padre Eustáquio, na região Noroeste de Belo Horizonte.
À Polícia Militar (PM), o ferido contou que - mesmo menor de idade - estava dirigindo um Chevette na companhia de seu amigo Luiz Henrique da Silva Ferreira, pela rua Olinto Magalhães, quando um Civic preto emparelhou e o passageiro da frente abaixou o vidro e atirou.
Uma das balas acertou a cabeça de Ferreira e uma segunda, as nádegas do jovem ao volante. Os dois foram socorridos para o Hospital João XXIII, mas Ferreira já deu entrada sem vida. Já o ferido, passou por cirurgia e segue internado.
O baleado contou ainda que acredita que os tiros estão relacionados a uma disputa entre pessoas do aglomerado onde ele mora e um outro. Até o momento, ninguém foi preso.
Segundo relato da mãe de um dos adolescentes, ele teria dito a ela que estava indo a uma festa no Caiçara.

Câmara dos Deputados promove degustação de queijos mineiros

Evento foi articulado pelo presidente interino Fábio Ramalho (PMDB) e terá a participação do governador Fernando Pimentel (PT)