quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

Deputados mineiros discursam 1.758 vezes, e Edson Moreira é o recordista

0
Os 53 deputados federais mineiros discursaram neste ano em plenário 1.758 vezes.
O curioso é que cerca de 40% desses discursos foram realizados por apenas quatro parlamentares. Cada um deles falou por mais de cem vezes. E quem mais ocupou a tribuna da Casa como orador foi o delegado Edson Moreira (PR), responsável por 282 pronunciamentos. Já outros seis representantes do Estado na Câmara Federal foram oradores somente uma vez cada um. E eles só “quebraram o silêncio” porque era obrigatório. Em 17 de abril, os parlamentares tiveram que declarar ao microfone da Casa o posicionamento sobre o processo de impeachment contra a então presidente Dilma Rousseff (PT). O levantamento realizado pelo o Aparte tem como base os discursos registrados no portal do Legislativo até o dia 28 de dezembro.

Por mais que tenha sido o mineiro que mais discursou ao microfone do Legislativo, Edson Moreira é conhecido entre seus pares por sua fala embolada e quase impossível de entender. A deputada Renata Abreu (PTN-SP) já declarou em seu blog – que conta os bastidores do poder – que, quando “as meninas” responsáveis por escrever as notas taquigráficas da Câmara Federal veem que o orador é o delegado, elas colocam as mãos na cabeça e dizem que “com ele não fazem taquigrafia, mas sim psicografia”.

Famoso por atuar no caso do ex-goleiro Bruno, condenado por mandar matar a amante Eliza Samudio, o delegado tem a segurança pública como o principal tema de seus pronunciamentos. Dos 282 discursos, 178 foram direcionados a esse tema. A defesa do juiz Sergio Moro, que comanda a Lava Jato, é recorrente.

Depois de Moreira, aparecem no ranking o presidente estadual do PSDB, Domingos Sávio, com 168 falas. Corrupção e governo federal são os assuntos mais comuns de suas declarações. Com 116 discursos, o deputado Weliton Prado (PMB) vem em seguida. Já o tucano Caio Narcio foi orador por 105 vezes, e a deputada Jô Moraes (PCdoB), 96 vezes. Os outros 42 deputados mineiros discursaram em plenário, juntos, 985 vezes.

Já os deputados federais Dimas Fabiano (PP), Gabriel Guimarães (PT), Luis Tibé (PTdoB), Luiz Fernando Faria (PP), Mário Heringer (PDT) e Mauro Lopes (PMDB) resolveram economizar nas palavras neste ano. No portal da Câmara, consta que eles só discursaram na votação do impeachment de Dilma.

Do outro lado. Já no Senado, os três parlamentares que representam Minas se pronunciaram, neste ano, 71 vezes. O levantamento leva em conta discursos registrados no portal da Casa até 28 de dezembro. Enquanto Aécio Neves (PSDB) falou em plenário 41 vezes, Antonio Anastasia (PSDB) usou o microfone em outras 17 oportunidades. O senador Zezé Perrella (PTB) fez 13 pronunciamentos. (Fransciny Alves)
http://www.otempo.com.br/hotsites/aparte

Dez pessoas são presas durante operação de combate à criminalidade no Vale do Mucuri

Pelo menos dez pessoas foram presas, nesta sexta-feira (17), durante operação de combate à criminalidade no município de Malacacheta, no V...