terça-feira, 29 de novembro de 2016

'Se voltar, volto para ganhar', diz Lula em entrevista exclusiva à Itatiaia


Ex-presidente Lula falou com exclusividade à Itatiaia (Divulgação Itatiaia)


O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva concedeu entrevista exclusiva à Itatiaia na manhã desta terça-feira e não descartou ser um dos candidatos na eleição presidencial de 2018. “Se for necessário voltar, você não tenha dúvida que eu voltarei. E se voltar, volto para ganhar e para provar que este país não precisa ficar nessa desgraceira. Este país pode levantar a cabeça e o povo pode voltar a sorrir”, disse Lula.
O ex-presidente cumpre agenda em Belo Horizonte. Nessa segunda-feira, ele participou da Expocatadores, evento voltado para temática de resíduos sólidos urbanos e educação ambiental do Brasil. Nesta terça, Lula visita a Ocupação Izidora, localizada entre Santa Luzia e Belo Horizonte.
Durante a entrevista à Itatiaia, Lula disse que algumas pessoas do Ministério Público e da Polícia Federal trabalham quase como serviçais da imprensa. “Ou seja, é um processo de informação via manchete, não um processo de condenação via apuração”, disse.
“Dizem que tudo isso (investigações) é para evitar que eu seja candidato em 2018. Eu não sei se eles querem isso, porque eu vou te dizer uma coisa: tenho consciência do que fiz nesse país. Tenho orgulho profundo de ter sido o presidente que mais fiz inclusão social, inclusive aqui em Minas Gerais".
Pobre e economia
Para Lula, só existe um jeito de fazer a economia voltar a crescer: “Eu provei que é possível (recuperar e economia) quando a gente coloca o pobre no orçamento da União. Vamos colocar o pobre no orçamento do governo que a gente começa a resolver o problema deste país”.
O ex-presidente destacou também que não é a favor de um impeachment do presidente Michel Temer, mas defendeu eleições diretas para o 'povo voltar a exercer seu direito de voto'.
“O problema não é tirar mais um presidente. Já teve um golpe contra a Dilma, porque foi uma desfaçatez fazer o que fizeram com a Dilma. Eu não sei se o problema é tirar mais um presidente ou colocar mais um presidente. Eu gostaria que tivesse eleição direta para presidente da República, que se marcasse uma data, convocasse eleições e povo pudesse voltar a exercer seu direito de voto”. 

PM apreende quase 60 celulares de origem duvidosa em shopping popular de BH

Quase 60 celulares de origem duvidosa foram apreendidos por policiais militares em box no shopping Xavantes, no Centro de Belo Horizonte,...