sexta-feira, 11 de novembro de 2016

PGR denuncia governador de Minas pela segunda vez na Acrônimo


A Procuradoria Geral da República denunciou pela segunda vez o governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT-MG), na Operação Acrônimo. Ele é acusado de corrupção passiva. Na mesma denúncia, o empresário Marcelo Odebrecht foi acusado de corrupção ativa.


Os dois são apontados por desvios no Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) entre 2012 e 2014, quando Pimentel era ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.

Agora, a denúncia será enviada à Assembleia Legislativa de Minas, a quem caberá autorizar ou não a abertura de ação penal contra o governador. A primeira denúncia feira contra Pimentel na Acrônimo está sob análise dos deputados estaduais.

Em setembro, ministro Herman Benjamin, relator do caso no Superior Tribunal de Justiça (STJ), autorizou a Polícia Federal a indiciar o governador e o empresário Marcelo Odebrecht.

Mariana Oliveira
Da TV Globo, em Brasília

http://g1.globo.com/politica/noticia/2016/11/pgr-denuncia-governador-de-minas-pela-segunda-vez-na-acronimo.html

Dez pessoas são presas durante operação de combate à criminalidade no Vale do Mucuri

Pelo menos dez pessoas foram presas, nesta sexta-feira (17), durante operação de combate à criminalidade no município de Malacacheta, no V...