sexta-feira, 28 de outubro de 2016

Denúncia em hospital militar motiva audiência pública

Comissão de Segurança fez visita ao Hospital da Polícia Militar em 2015 - Arquivo/ALMG

Reunião na terça (1º/11) debaterá suposto caso de violação de direitos praticado contra militares lotados na unidade.

Debater denúncia de violação de direitos e garantias fundamentais de militares lotados no Hospital da Polícia Militar é o objetivo de reunião que será promovida pela Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG). A audiência pública será na terça-feira (1º/11/16), às 9 horas, no Plenarinho IV, e foi solicitada pelo presidente da comissão, deputado Sargento Rodrigues (PDT).
Segundo a denúncia, os atos teriam sido praticados pelo diretor-geral da unidade, tenente-coronel Márcio Flávio Moura Linhares, com a conivência do comando da Polícia Militar. Na justificativa do requerimento, o capitão André Costa Piancastelli denunciou assédio moral, constrangimento ilegal, tortura psicológica e abuso de autoridade que teria sofrido após comentários feitos em um grupo de Whatsapp.
Piancastelli e outro profissional, especialista em dermatologia, teriam sido transferidos do Hospital da Polícia Militar para o Núcleo de Atendimento Integral à Saúde da Academia da Polícia Militar para atuar como clínico geral, e não em sua especialidade.
Para o deputado Sargento Rodrigues, é fundamental realizar a audiência pública para “tratar do tema que está afetando a saúde dos policiais militares e causando um clima de insegurança nas instituições militares”.
Audiência terá diversos convidados
Foram convidados para a reunião o subsecretário de Estado de Planejamento, Orçamento e Qualidade do Gasto, Ricardo Lopes Martins; o secretário de Estado de Fazenda, José Afonso Bicalho; o deputado federal subtenente Gonzaga (PDT-MG); o vereador Coronel Piccinini (PSB); o diretor-geral do Instituto de Previdência dos Servidores Militares (IPSM), coronel Márcio dos Santos Cassavari; o diretor de Saúde da PM, coronel Vinícius Rodrigues de Oliveira Santos; e a assessora de Assistência à Saúde do Corpo de Bombeiros, coronel Erika Mattos Ladeira Pinho.
Também estão na lista de convidados o diretor-geral do Hospital da Polícia Militar, tenente-coronel Márcio Flávio de Moura Linhares; a diretora clínica do hospital, tenente-coronel Karla Cristina Mancini da Silva; a diretora-adjunta de Saúde da PM, coronel Tânia Pereira dos Reis Aguiar; o presidente da Associação dos Militares Estaduais Mineiros (Amem), tenente-coronel Norberto Rômulo Russo; e o presidente da Associação dos Oficiais, tenente-coronel Ailton Cirilo da Silva.
Outros convidados são o presidente da Associação de Servidores do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar (Ascobom), sargento Alexandre Rodrigues; o presidente da Associação dos Praças (Aspra), sargento Marco Antônio Bahia Silva; o presidente do Centro Social dos Cabos e Soldados, cabo Álvaro Rodrigues Coelho; e o médico da Academia da Polícia Militar, capitão André Costa Cruz Piancastelli.

Dupla rouba carro e bate em viatura em praça do Coração Eucarístico

O veículo foi tomado de assalto no bairro Alípio de Melo, mas os suspeitos foram surpreendidos por uma viatura, tendo início uma perseguiç...