terça-feira, 13 de setembro de 2016

Comando diz que ele gravou conversa sem autorização. Associação informou que militar teria sido detido.


Na manhã desta segunda-feira (12), o comando da Polícia Militar confirmou que o celular de um policial da Radiopatrulha foi apreendido e negou que o militar tenha ficado detido em virtude da indisciplina.

Segundo o relações públicas da PM, coronel Paulo Paiva o aparelho foi apreendido após um policial gravar uma conversa sem autorização entre ele e um outro membro da corporação.

Adinda segundo Paiva, o policial estava acompanhado de um grupo de outros 12 policiais que foram até o local solicitar fardamento e o militar teria sido flagrado gravando uma conversa.

Segundo o presidente Associação da Única, composta por policiais e bombeiros militares do Estado de Sergipe, o grupo teria ido até o quartel buscar as fardas. Um advogado da associação está acompanhando o caso.

Delegado afirma que falta vocação para novos policiais e que muitos temem confrontos

O diretor da Academia da Polícia Civil de Mato Grosso, delegado Carlos Fernando da Cunha Costa, afirmou – em entrevista exclusiva ao  Olhar...