sexta-feira, 12 de agosto de 2016

Suspeitos são presos durante Operação 'Dilúvio' em Uberaba

Suspeitos são presos durante operação 'Dilúvio' em Uberaba (Foto: Carlos Lopes/Arquivo Pessoal)

Foram apreendidos computadores, drogas e coletes a prova de balas.
Organização criminosa era investigada há três meses. 

Durante a Operação “Dilúvio”, desencadeada nesta quinta-feira (11), o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) prendeu, em Uberaba, 24 suspeitos de formarem uma organização criminosa, que atuava no roubo de carros, tráfico de drogas e explosões a caixa eletrônicos. Um dos suspeitos, apontado como chefe do grupo, foi detido em Ribeirão Preto (SP). Três pessoas continuam foragidas.
Foram apreendidos computadores, drogas, coletes a prova de bala, dinheiro, cheques, celulares e rádios de comunicação (HT).  Também foram recuperados sete veículos produto de roubo, três armas de fogo, munições, aproximadamente R$ 3 mil em dinheiro e 3 kg de substâncias entorpecentes.
Segundo o coordenador do Gaeco, José Carlos Fernandes, o grupo, que tinha algumas características diferentes de atuação, era investigado há três meses. “Eles tinham o ‘disk-pó’, no qual eles vendiam drogas através do uso de mensagens via Whatsapp ou chamadas telefônicas”, contou.
Operação Dilúvio
A operação, resultado de parceria institucional entre Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), Polícia Militar e Polícia Civil, cumpriu 50 mandados judiciais, sendo 27 de prisão temporária e 23 de busca e apreensão, um deles na cidade de Ribeirão Preto, com a cooperação do Gaeco do estado de São Paulo.

Além do apoio de helicópteros das Polícias Civil e Militar, a ação contou com a atuação de 66 policiais civis, 119 policiais militares, quatro servidores do MPMG e dois promotores de Justiça do Gaeco de Uberaba , José Carlos Fernandes Júnior e Eduardo Pimentel de Figueiredo.
Os mandados judiciais foram expedidos pelo juízo da 1ª Vara Criminal de Uberaba, atendendo a requerimento dos promotores de Justiça.

PM apreende quase 60 celulares de origem duvidosa em shopping popular de BH

Quase 60 celulares de origem duvidosa foram apreendidos por policiais militares em box no shopping Xavantes, no Centro de Belo Horizonte,...