terça-feira, 9 de agosto de 2016

Policial Militar e dupla são presos com carro roubado em Araguari


Militar trabalha em Uberlândia; eles são suspeitos de formação de quadrilha.
Trio atuava em esquema de roubo de carros financiados, diz PM.

Um policial militar e dois homens - de idades não informadas - foram presos suspeitos de receptação, falsidade ideológica, roubo, formação de quadrilha, extorsão e adulteração de veículo nesta segunda-feira (8) em Araguari. De acordo com a Polícia Militar (PM) o grupo se identificava como policiais civis para roubar veículos que estavam vendidos pela internet com problemas de financiamento. Eles foram presos com carro roubado de placas clonadas.
"Eles viam anúncios de carros que chamamos de 'finan' que são aqueles casos que o veículo é financiado e o proprietário passa para frente sem quitar totalmente com preço bem abaixo do mercado. Fingindo estarem interessados em comprar eles marcavam um encontro com o vendedor e no momento da reunião falavam que o que eles faziam era irregular e tomavam os veículos", explicou o tenente-coronel Adriano César Ribeiro Araújo.
A atuação do grupo foi descoberta pela PM, após dois vendedores de carros procurarem o batalhão em Araguari desconfiando dos autores. O comandante Adriano César contou que as vítimas de Araguari e Ituiutaba entregaram três veículos para a quadrilha.
"Com mesmo modo operante eles roubaram dois veículos dos vendedores no fim de semana. Nesta segunda eles combinaram de pegar o terceiro carro. Após a entrega dos veículos as vítimas desconfiaram que eles não eram policiais e acionaram a PM. Aí armamos um cerco no Bairro Industrial onde prendemos os criminosos", contou.
Placa clonada
O cabo da PM preso na ação atua em Uberlândia. No momento da prisão ele e os outros dois suspeitos estavam em um veículo que havia sido roubado em Itumbiara (GO) e estava com placas clonadas.

"O veículo tinha as mesmas placas do carro do comandante do policial militar. Ou seja, quando ele foi roubar o carro em Goiás observou que o veículo tinha as mesmas características do carro do chefe dele e usou as mesmas informações nas placas. Desta maneira as multas iriam sempre para o comandante", comentou o tenente-coronel Adriano.
Com a quadrilha foi apreendido uma arma da PM, e duas armas usadas no airsoft - um esporte para maiores de 18 anos, com armas que parecem reais, mas que não podem ser usadas na rua, e identificação falsa da Polícia Civil e o carro roubado com placas clonadas. Os outros três veículos roubados não foram encontrados.
"Após a finalização da ocorrência os dois homens serão levados para o presídio e o militar será encaminhado para a célula prisional em Uberlândia. Quando perguntamos sobre os três carros que eles tinham roubado eles disseram que já tinham vendido os três. Agora vamos tentar localizá-los", finalizou Adriano.
O policial militar também pode responder por usurpação de função. O G1 entrou em contato com a assessoria da PM em Uberlândia, para saber quais medidas serão tomadas sobre o cabo preso porém as chamadas não foram atendidas.

NOTÍCIA DO PAGAMENTO, OU FALTA DELE

Prezados Policiais Militares, Após permanente contato com a Secretaria da Fazenda na data de hoje, fomos comunicados neste momento que o ...