sexta-feira, 19 de agosto de 2016

Juiz se recusa a receber novos presos na Cadeia de Muzambinho, MG

Juiz e delegado de Muzambinho dizem que unidade prisional precisa de reforma (Foto: Reprodução EPTV)

Motivo é superlotação da unidade, que segundo ele, precisa de reforma.
Suapi fez tentativa de levar presos de Cabo Verde para a cidade.

O juiz Flávio Schimidt, de Muzambinho (MG), recusou receber novos presos na cadeia pública da cidade. A Secretaria de Estado de Defesa Social pretende transformar todas as cadeias de Minas Gerais em presídios. No entanto, a unidade de Muzambinho está superlotada e com sérios problemas na estrutura.
A proibição do juiz aconteceu depois de uma tentativa da Suapi, Subsecretaria de Administração Prisional, de levar detentos da unidade de Cabo Verde (MG), que foi fechada, para a Cadeia de Muzambinho.
"A nossa carceragem local não comporta mais presos e eles queriam simplesmente trazer esses presos sem que houvesse a assunção por parte da Suapi dentro dessa unidade de Muzambinho e isso, enquanto a Suapi não assume, a jurisdição desses presos é nossa, do juiz-diretor da Comarca de Muzambinho, então eu não permiti que isso ocorresse", disse o juiz Flávio Humberto de Moura Schimidt.
Além de Cabo Verde, a Cadeia de Monte Belo (MG) também foi fechada. As unidades são administradas pela Suapi, que acabou alojando os detentos das duas cidades no Presídio de Botelhos (MG), que já é de responsabilidade da subsecretaria. Hoje quem cuida da cadeia de Muzambinho é a Polícia Civil.
"Não é papel da Polícia Civil tomar conta de cadeia pública, tomar conta de presos, administrar cadeias públicas, constitucionalmente a atribuição da Polícia Civil é investigação, nós temos o dever constitucional de investigar o crime após acontecido", disse o delegado Adnan Cassiano Grava.
A Cadeia de Muzambinho tem seis celas e capacidade para 32 detentos, mas está com 72 presos. Segundo o juiz, existem problemas elétricos e hidráulicos graves, paredes mofadas e grades danificadas. Ainda conforme o juiz, existe uma intenção da Suapi de assumir a cadeia sem fazer a reforma. O delegado da cidade afirma que se isso acontecer, isso vai representar um risco para todos.
"Definitivamente não cabe, não vai caber mais presos aqui no presídio de Muzambinho. Carece, é urgente eu diria, essa necessidade de reforma", completou o delegado.
Segundo o juiz, a secretaria só assume a cadeia se fizer uma reforma.
"Nós estamos trabalhando para que a Suapi assuma, faça a estruturação da cadeia, para depois então nós conversarmos sobre essas diligências necessárias para que esses presos, se for o caso, venham para cá", completou o juiz.

Dez pessoas são presas durante operação de combate à criminalidade no Vale do Mucuri

Pelo menos dez pessoas foram presas, nesta sexta-feira (17), durante operação de combate à criminalidade no município de Malacacheta, no V...