segunda-feira, 1 de agosto de 2016

Delegacia é alvejada por tiros e investigadores pedem reforço à PM

Fachada da delegacia alvejada por tiros (Foto: divulgação / Sinpol)
A delegacia de Coronel Sapucaia, a 400 quilômetros de Campo Grande, foi alvejada por tiros na madrugada desta sexta-feira (29), segundo informações do Sinpol (Sindicato dos Policiais Civis de Mato Grosso do Sul). Conforme a entidade, é o quarto caso de atentados contra a corporação na cidade em menos de dois anos

Em nota, o sindicato afirma que a unidade, a exemplo de outras no interior do estado, tem um efetivo abaixo do ideal, tanto que no momento do crime, havia apenas dois investigadores de plantão, que tiveram que acionar a PM (Polícia Militar) como reforço.
Além disso, denuncia a entidade, os agentes trabalham com armamento de calibre inferior ao ideal e coletes à prova de balas vencidos, o que impossibilita uma ação adequada.
O prédio onde funciona a delegacia de Coronel Sapucaia fica em área crítica, na faixa de fronteira com o Paraguai. O local tem sido palco de recorrentes confrontos entre grupos criminosos em meio a casas e comércios.
Ainda conforme o comunicado, o Sinpol está preparando documentos para enviar ao governo cobrando ações efetivas da DGPC (Delegacia Geral da Polícia Civil) e da Sejusp (Secretaria Estadual de Justiça e Segurança Pública) sobre o fato.
O Campo Grande News tentou contato com a assessoria de imprensa da Sejusp, mas a responsável estava em reunião e não deu retorno sobre o assunto até a publicação desta reportagem.http://www.campograndenews.com.br/cidades/interior/delegacia-e-alvejada-por-tiros-e-investigadores-pedem-reforco-a-pm

Dez pessoas são presas durante operação de combate à criminalidade no Vale do Mucuri

Pelo menos dez pessoas foram presas, nesta sexta-feira (17), durante operação de combate à criminalidade no município de Malacacheta, no V...