terça-feira, 9 de agosto de 2016

CORREGEDORIA DA PM ABRE IPM CONTRA DIRETOR DE SAÚDE E DIRETOR GERAL DO HPM



A Corregedoria abriu Inquérito contra o Diretor de Saúde e o Diretor Geral do Hospital Militar no BGPM Reservado 138, de 29 de julho de 2016 para apurar caso de assédio moral e indícios de crimes militares contra oficial médico do HPM.

Anteriormente a esta publicação a Corregedoria apurava o fato através de Relatório de Informe Preliminar ( RIP ) mas informou na publicação que houve requisição judicial para o IPM.

Essa informação contradiz Nota Oficial divulgada no programa “Chamada Geral” da Rádio Itatiaia, na data de 14 de Julho de 2016, quando o Comandante Geral da Corporação informou que teria determinado a abertura de Inquéritos baseado em Requerimento com denúncias protocolado pela ÁMEM na Secretaria do Comando Geral em 18 de Maio deste ano. Este Requerimento e outros dois posteriores não foram respondidos pelo Comandante.

Coincidência ou não, a portaria de instauração do IPM tem a mesma data da denúncia feita pelo Presidente da entidade de classe no mesmo programa da Rádio Itatiaia: dia 13 de julho.

Elogiável a Portaria da Corregedoria pelos termos da escrita e pela escolha do Encarregado, atual Diretor de Recursos Humanos da Corporação, oficial de passado e retidão inatacáveis, o que é indicativo, que esperamos se confirme, de impessoalidade e total isenção na apuração dos fatos.

A ÁMEM Está elaborando requerimento solicitando o acompanhamento de todos os atos e audições do citado Inquérito dentro dos interesses da justiça e da verdade e em defesa de interesse de seu associado.

ÁMEM – ASSESSORIA DE IMPRENSA

Uso do Exército para combater crime triplica desde 1990

O chefe de operações conjuntas do Ministério da Defesa diz que a maioria das ações de combate à criminalidade nos anos 1990 tinha como c...