quinta-feira, 4 de agosto de 2016

Após 30 dias internado, morre guarda municipal baleado em porta de bar


Luís Carlos Silva estava na companhia de um sobrinho quando criminosos passaram atirando

Morreu na noite dessa quarta-feira (3), o guarda municipal Luís Carlos Silva, de 40 anos, que foi baleado na porta de um bar do bairro Solimões, na região Norte de Belo Horizonte, em junho. Ele estava internado há 30 dias.
De acordo com o boletim de ocorrência da Polícia Militar, a vítima estava na companhia de um sobrinho, que é monitorado por tornozeleira eletrônica, quando o crime aconteceu.
Um Siena passou pela rua Pau Ferro e os ocupantes atiraram várias vezes contra as vítimas. Silva foi atingido por um tiro no lado esquerdo do tórax e socorrido em estado grave. 

Ele passou por cirurgia e estava internado no Centro de Terapia Intensiva (CTI).O sobrinho dele foi baleado em um dos joelhos.
Autoria e motivação do crime seguem desconhecidas. No momento dos disparos, o guarda não estava de serviço. Por meio de nota, a Guarda Municipal lamentou a morte de vítima e afirmou que confia na prisão dos atiradores.
Silva estava na instituição desde 2006 e trabalhava no abrigo São Paulo.

Dez pessoas são presas durante operação de combate à criminalidade no Vale do Mucuri

Pelo menos dez pessoas foram presas, nesta sexta-feira (17), durante operação de combate à criminalidade no município de Malacacheta, no V...