segunda-feira, 4 de julho de 2016

Seds vai assumir custódia de presos na Zona da Mata e Vertentes

Cadeia Divino Zona da Mata  (Foto: Hitler Cézar/Arquivo pessoal)

Segundo a Polícia Civil, serão transferidos cerca de 200 detentos.
Cronograma inicia com unidades de Mar de Espanha, Pirapetinga e Rio Preto.

Cerca de 200 presos de 13 cadeias de cidades da Zona da Mata, Campo das Vertentes e parte do Sul de Minas terão a custódia transferida da Polícia Civil para a Subsecretaria de Administração Prisional (Suapi) da Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds).

O processo de transferência dos 4.300 presos que estão em 89 unidades em todo o Estado será escalonado e deve durar nove meses, pela estimativa das duas instituições. Após o encerramento da transferência, nenhuma cadeia ou presídio permanecerá sob a responsabilidade da Polícia Civil no Estado.
De acordo com a assessoria da Polícia Civil, na última terça-feira (28), o chefe do 4º Departamento, Eurico da Cunha Neto, reuniu-se com a chefia estadual para discutir o assunto. No momento, são preparados os formulários para formalização da transferência dos presos nessas cidades.
"É uma demanda antiga da instituição, que visa à otimização dos trabalhos policiais. Os policiais civis que realizavam tarefas em cadeias públicas voltarão a trabalhar em atividade finalística da Polícia Civil, nas delegacias e unidades na região", informou a assessoria.
Após a conclusão da transferência, presos ficarão com a Polícia Civil somente durante as autuações em flagrante, imediatamente após serão transferidos direto para o sistema prisional.
Sede da Polícia Civil em Barroso (Foto: Wanderson Nascimento/Jornal Primeira Página)Em Barroso, cadeia fica atrás da sede da Polícia Civil (Foto: Wanderson Nascimento/Jornal Primeira Página)
Cronograma
Na Zona da Mata e Vertentes, as primeiras transferências irão ocorrer nas unidades de Mar de Espanha, Pirapetinga e Rio Preto. O prazo será de 30 dias a contar a partir de 24 de junho.

Em até 100 dias, a Seds assume as cadeias em Matias Barbosa e Rio Pomba. As últimas unidades com previsão de transferência em nove meses são as de Além Paraíba, Barroso, Carandaí, Divino, Lima Duarte, Miradouro e Tombos, e ainda a de Andrelândia, no Sul de Minas Gerais.
A Seds não informou quantos presos passarão para a responsabilidade da Suapi. Destacou que todos eles passarão a seguir as regras de funcionamento e visitação aplicadas pela Suapi. A Seds é responsável atualmente pela custódia de 59 mil homens e mulheres em Minas Gerais.
De acordo com a assessoria da Seds, os presídios no cronograma de até 30 dias serão desativados e os presos serão levados para outras unidades da Suapi na região. Sobre as duas fases seguintes, a Seds fará análise da infraestrutura para decidir se as unidades serão assumidas ou se serão desativadas e os presos transferidos

Governo de Minas ainda não sabe se terá dinheiro para pagar nesta sexta salário dos servidores

O Governo de Minas tem até as 23h59 desta sexta-feira para pagar a segunda parcela do salário dos servidores públicos, mas até agora nem t...