segunda-feira, 18 de julho de 2016

Presos fazem greve de fome e OAB investigará condições em presídio

PRESÍDIO SABARÁ

Seds confirmou que nenhum detento tomou café da manhã nesta segunda-feira (18); de acordo com um advogado, ato seria para reivindicar por melhor tratamento

Os detentos do Presídio de Sabará, na região metropolitana de Belo Horizonte, inciaram uma greve de fome, na manhã desta segunda-feira (18), por melhores condições dentro da unidade.

"Eu tenho um cliente lá e a mãe dele me informou que hoje (segunda-feira, 18) eles fariam isso, para obter melhores condições no cárcere. Eles reclamam da comida e da falta de atendimento médico", disse o advogado criminal Wagner Dias Ferreira.
Como é membro da Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil de Minas Gerais (OAB/MG), o advogado pretende ir à unidade verificar as condições de acautelamento. "Hoje no fim da tarde ou amanhã de manhã devo ir lá, ampliando a situação", afirmou o advogado.

A Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds) confirmou, por meio nota, que nenhum dos presos se alimentou nesta manhã. A assessoria não informou a quantidade de detidos na unidade prisional, alegando questões de segurança.
"Nessa segunda-feira, 18.07, os detentos do Presídio de Sabará recusaram-se a tomar o café da manhã, para conquistar algumas reivindicações. A unidade prisional está funcionando normalmente, sem nenhuma alteração na segurança."

Dupla rouba carro e bate em viatura em praça do Coração Eucarístico

O veículo foi tomado de assalto no bairro Alípio de Melo, mas os suspeitos foram surpreendidos por uma viatura, tendo início uma perseguiç...