terça-feira, 26 de julho de 2016

Polícia abre inquérito para apurar morte de empresário em Macacos

Léo Fontes / O TEMPO

Corpo de Edson Batista, de 65 anos, foi encontrado embaixo de sofá, enrolado em cobertor; enterro será na tarde desta terça (26), no Bosque da Esperança

A Polícia Civil trata como homicídio o caso do empresário encontrado morto embaixo de um sofá, nessa segunda-feira (25), no distrito de São Sebastião das Águas Claras, mais conhecido por Macacos, em Nova Lima, região metropolitana de Belo Horizonte.
O corpo de Edson Batista, de 65 anos, é velado nesta terça-feira (26), no cemitério Bosque da Esperança, região Norte da capital. O sepultamento será as 13h30. 

Conforme a Polícia Civil, ainda nesta terça, começam a ser ouvidos familiares e pessoas que trabalhavam com ele. Ainda são aguardados os laudos do local do crime e de necrópsia. As investigações são lideradas pelo delegado Fernando Marins.
A vítima morava com a família em BH. Eles tinham o costume de ir para a casa de Macacos nos fins de semana, para descanso. Nesse último, porém, Edson foi sozinho. Ele foi encontrado morto, embaixo de um sofá, enrolado em um cobertor e com ferimentos na cabeça.
A mulher do empresário disse à polícia que ele não tinha problemas com ninguém, que não tinha antecedentes criminais e que deixa uma filha do primeiro casamento. 

Dupla rouba carro e bate em viatura em praça do Coração Eucarístico

O veículo foi tomado de assalto no bairro Alípio de Melo, mas os suspeitos foram surpreendidos por uma viatura, tendo início uma perseguiç...