terça-feira, 5 de julho de 2016

Adolescente é preso por assalto a ônibus na Nossa Senhora do Carmo

Divulgação / PM

Outros dois suspeitos que participaram da ação conseguiram fugir e ainda não foram encontrados; duas bolsas e uma mochila foram recuperadas

Um adolescente, de 16 anos, que já foi detido nove vezes, foi apreendido pela Polícia Militar (PM) nesta terça-feira (5) por envolvimento a um assalto a um coletivo da frota de Belo Horizonte no início desta manhã na avenida Nossa Senhora do Carmo, na região Centro-Sul da capital. O suspeito que já é conhecido pela polícia, foi encontrado dentro da casa onde mora com a família no Morro do Papagaio, na mesma região, e confessou o crime.
O assalto aconteceu dentro do ônibus da linha 2104 (Nova Gameleira / BH Shopping). O motorista contou aos militares que três adolescentes, sendo um armado com uma faca, entraram no coletivo na altura do Pátio Savassi.
Já no interior do veículo, os três passaram para a parte traseira e renderam três passageiras. Em seguida, deram sinal e desceram na altura da passarela que dá acesso ao Morro do Papagaio. Duas bolsas e uma mochila, contendo dinheiro, celulares, documentos e outros pertences, foram levadas pelo trio.

Após o assalto, o motorista parou uma viatura da PM que fazia patrulhamento no local. "De posse das características dos suspeitos, fomos na casa deles. Porém, dois fugiram e um acabou preso. Ele é réu confesso, confessou tudo. Na casa dele encontramos todo o material roubado e recuperamos tudo", explicou o major Fabiano Rocha, que comanda a 124º Companhia do 22º Batalhão.
O suspeito foi encaminhado para o Centro Integrado de Atendimento ao Adolescente Autor de Ato Infracional (Cia), onde a ocorrência foi encerrada.
Operação
Há um mês a Polícia Militar vem intensificando o policiamento na avenida Nossa Senhora do Carmo, entre o BH Shopping e a avenida do Contorno. Até o momento, a operação já vistoriou 1.182 ônibus coletivos e 437 pessoas.
"Só nestes 30 dias, dois mandos de prisão foram cumpridos e duas pessoas foram presas em flagrante, após praticarem roubos em ônibus da região. Uma ação desses criminosos geram muitas vítimas. O que vemos é que essa operação está sendo bem sucedida e que a população está voltando a ter a sensação de segurança", pontuou o major.
A operação não irá continuar na avenida e não há um prazo para ser encerrada, segundo afirmou o major.

Comerciante flagra furto e passa coordenadas para PM pelo WhatsApp

O homem estava em um grupo da Rede de Comerciantes Protegidos, que conta com donos de lojas e policiais do 1º batalhão