sexta-feira, 10 de junho de 2016

Universitária de 19 anos denuncia estupro coletivo em congresso


Estudante disse que crime ocorreu durante um congresso em Bom Despacho
A Polícia de Minas Gerais investiga uma denúncia de estupro coletivo em Bom Despacho, na região centro-oeste de Belo Horizonte. A vítima de 19 anos disse que foi abusada por três servidores públicos durante um congresso na cidade.

A universitária conta que havia ingerido bebida alcoólica durante o evento e que teve um relacionamento com um rapaz. Este jovem teria colocado algo em seu copo e ela só se lembra que acordou em um quarto com três homens.
— Olho pro lado, vejo o rapaz com quem eu estava ficando. Olho pra cima, vejo um homem nu subindo em cima de mim. E, o que eu fiz foi não aceitar e levantar. Eu fugi pro banheiro, ele foi atrás de mim e eu falei: para. Eu não merecia passar por nada disso.
Após o estrupo, a vítima contou para a família e o pai da estudante procurou a polícia.
— Eu quero justiça. Outras moças talvez apareçam com a mesma denúncia. Então, a gente tem que acabar com isso no Brasil.
Os três homens que teriam estuprado a universitária já foram identificados. Eles são servidores públicos e trabalham em Belo Horizonte. A vítima fez exame de corpo de delito e o resultado deve sair em 10 dias.
De acordo com a delegada responsável pelo caso, Danúbia Soares Quadros, oito testemunhas já foram ouvidas e, se os abusos forem comprovados, ele podem ser condenados de oito a 15 anos de prisão.
— Segundo a vítima, não houve o consentimento. Ela acordou inconsciente no quarto dos três suspeitos, sem querer estar ali e sem saber o que estava acontecendo. Isso caracteriza estupro de vulnerável.
A universitária relata que ainda está assustada, mas se sente aliviada por denunciar os agressores e espera que eles sejam punidos.
— Não tenha medo. Independente de quem for o agressor, a culpa não é sua.

Governo de Minas admite que ainda não tem dinheiro para pagar o 13º dos servidores neste ano

Em entrevista exclusiva à Rádio Itatiaia, o secretário de Planejamento de Minas Gerais, Helvécio Magalhães, afirmou que a prioridade do go...