quarta-feira, 15 de junho de 2016

O julgamento de Pimentel


A Corte Especial do STJ começou há pouco a decidir se a Assembleia de Minas precisar autorizar a abertura de processo contra Fernando Pimentel decorrente da Operação Acrônimo.
O petista é acusado de corrupção, lavagem de dinheiro e ocultação de valores, somando 20 milhões de reais.
O relator no STJ, Herman Benjamin, disse que a Assembleia de MG não precisa autorizar o processo e que, se a denúncia for aceita, Pimentel será afastado do governo.
A informação é do Jota.

Bandidos em fuga batem em moto, matam dois e capotam na MG-040

Os assaltantes fugiram para uma mata após o acidente, sendo que um deles já foi detido pela PM e o outro segue sendo procurado