quarta-feira, 25 de maio de 2016

Família feita refém durante assalto é salva por PM na região da Pampulha


Policial Militar, que é vizinho das vítimas, desconfiou dos criminosos
Na noite desta terça-feira (24), um homem foi preso suspeito de participar do assalto a uma casa no bairro Santa Amélia, na região da Pampulha, em Belo Horizonte. A família foi mantida refém e foi salva por um vizinho, que desconfiou dos criminosos.

O dono do imóvel, que não quis se identificar, conta que foi abordado pelos suspeitos quando entrava na garagem.
— O rapaz entrou na garagem, colocou o revólver na minha testa, mandou eu ficar calado, fechou o portão e entrou em casa.
Além do dentista, a mulher, o filho e as duas netas gêmeas de 13 anos também foram mantidos como reféns sob a mira de uma arma.
— Minhas filhas chorando, minha esposa chorando...foram duas horas de agonia.
Os ladrões reviraram a casa de dois andares e pegaram duas televisões, computador, e até comida da geleira.
Durante o assalto, um dos ladrões ficou do lado de fora da casa dando cobertura aos comparsas, o que chamou a atenção de um vizinho da família que é policial militar. O PM abordou o jovem e perguntou o que ele estava fazendo no local. O jovem não quis dar explicações e teria apontado a arma para o militar, que reagiu e também atirou. Em seguida, os criminosos conseguiram fugir nos dois carros da família.
Um dos carros roubados foi encontrado batido em uma rua e com marcas de tiro. André Marques Amaro, de 22 anos, estava na condução do veículo e foi detido. O suspeito saiu da cadeia há três meses e estava em liberdade condicional.
Dentro do automóvel, a PM encontrou o revólver calibre 38 usado no crime e recuperou alguns objetos levados da casa. Os outros dois bandidos ainda não foram localizados.

Dez pessoas são presas durante operação de combate à criminalidade no Vale do Mucuri

Pelo menos dez pessoas foram presas, nesta sexta-feira (17), durante operação de combate à criminalidade no município de Malacacheta, no V...