sexta-feira, 13 de maio de 2016

Agentes do sistema socioeducativo em Juiz de Fora fazem manifestação Protestos ocorreram em duas unidades da cidade. Categoria está em greve desde quarta-feira (11) por tempo indeterminado.

Manifestação servidores socioeducativos em Juiz de Fora (Foto: Lúcia Canabrava/Arquivo Pessoal)
Os servidores do sistema socioeducativo prisional do Estado fizeram manifestações em duas unidades de Juiz de Fora na manhã desta sexta-feira (13). Os servidores estão em greve por tempo indeterminado desde quarta-feira (11).


Os manifestantes se reuniram na entrada do Centro Socioeducativo de Juiz de Fora, no Bairro Santa Lúcia, com cartazes e faixas. No Centro de Remanejamento do Sistema Prisional (Ceresp), psicólogos e assistentes sociais que trabalham com a ressocialização dos presos também protestaram. O efetivo nas unidades está com 30%.
A classe reivindica o cancelamento da modificação do Projeto de Lei 3503 que fala sobre a extinção da Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds) e a criação de duas novas secretarias. Os servidores pedem também o cumprimento de acordos já firmados com o governo estadual em 2015, como equiparação salarial e chamada de excedentes. Além de redução da carga horária, melhoria das condições de trabalho, plano de cargos, vencimentos e correção do adicional por local de trabalho.

Dez pessoas são presas durante operação de combate à criminalidade no Vale do Mucuri

Pelo menos dez pessoas foram presas, nesta sexta-feira (17), durante operação de combate à criminalidade no município de Malacacheta, no V...