segunda-feira, 25 de abril de 2016

QUEBRA DE DECORO OAB-RJ protocola pedido de cassação de Jair Bolsonaro O pedido da OAB-RJ foi feito após o parlamentar ter prestado homenagem ao torturador Carlos Alberto Ustra

Jair Bolsonaro declarou ter certeza de que seria absolvido
A Ordem dos Advogados do Brasil do Rio de Janeiro (OAB-RJ) protocolou, nesta segunda-feira (25), um pedido para cassar o mandato do deputado federal Jair Bolsonaro (PSC) por quebra de decoro parlamentar. O pedido foi entregue no Conselho de Ética da Câmara dos Deputados após Bolsonaro ter prestado homenagem, durante votação do impeachment da presidente Dilma na Casa, ao torturador Carlos Alberto Ustra. 
O site G1 teve acesso ao oficio feito pela OAB, que trás relato da didatura militar como um período em que "os brasileiros gostariam que nunca tivesse existido na história deste país" e trata a repressão contra a população civil como "sanguinária". Além disso, o documento afirma que é "inaceitável que se defenda a tortura".
Ustra, que morreu em 2015, foi apontado como algoz por dezenas de perseguidos políticos. Um deles, o hoje vereador Gilberto Natalini (PV-SP) disse à "BBC": "Enquanto me dava choques, ele me batia com cipó e gritava"

Dez pessoas são presas durante operação de combate à criminalidade no Vale do Mucuri

Pelo menos dez pessoas foram presas, nesta sexta-feira (17), durante operação de combate à criminalidade no município de Malacacheta, no V...