segunda-feira, 11 de abril de 2016

Polícia investiga suposto esquema de tráfico pelos Correios em Poços, MG Delegado regional acredita que esta tenha sido a 2ª vez que caso ocorreu. Pacote com 20 gramas de cocaína foi enviado por Sedex do Acre.

Droga estava dentro de pacote que veio pelo Sedex em Poços; outros materiais também foram apreendidos (Foto: Reprodução EPTV)
A Polícia Civil investiga o caso de recebimento de drogas pelos Correios em Poços de Caldas(MG). O delegado regional Sérgio Elias acredita que esta não foi a primeira vez que um caso semelhante foi registrado. Para ele, pode ser um crime comum na cidade.
O crime aconteceu na sexta-feira (8), quando um jovem de 19 anos e um adolescente de 15 anos foram detidos após receberem uma caixa de Sedex com cerca de 20 gramas de cocaína. A encomenda teria vindo de Rio Branco (AC) e chegou a uma casa no bairro Cascatinha, em Poços.
  •  
A pessoa que recebeu a droga já fazia tráfico há algum tempo e suspeitamos que esta seja a segunda vez que ele tenha recebido drogas pelos Correios"
Sérgio Elias
delegado regional
Os policiais vão investigar se essa foi a primeira vez que o suspeito teria recebido drogas pelos Correios.  “Em Poços de Caldas, acreditamos que sejam estes dois envolvidos nessa trama de tráfico de drogas, mas não descartamos o envolvimento de outras pessoas, principalmente do remetente. A pessoa que recebeu a droga já fazia tráfico há algum tempo e suspeitamos que esta seja a segunda vez que ele tenha recebido drogas pelos Correios”, comentou o delegado regional.
Durante a entrega, para despistar os Correios sobre o conteúdo da embalagem, uma fechadura foi enviada junto com a encomenda, no entanto, conformou contou o delegado, a Polícia Civil já havia recebido uma denúncia e fez um cerco.
“Nossa equipe de investigadores, juntamente com o delegado responsável pela divisão de tóxicos e entorpecentes, imaginando que poderia se tratar de droga, se deslocou para os Correios, onde conseguiu informações sobre a encomenda. Com a colaboração de servidores dos Correios, eles efetuaram um serviço de campana na casa do destinatário. Quando a encomenda chegou, os policiais civis efetuaram a abordagem e conseguiram interceptar a encomenda”, destacou o delegado.
Quem recebeu a caixa foi o adolescente de 15 anos, que se identificou ao funcionário dos Correios como irmão do destinatário, mas os policiais constataram que o nome que estava escrito na caixa foi inventado. A droga seria entregue ao primo do menor, o jovem de 19 anos que foi preso em flagrante.
Ainda segundo a Polícia Civil, foram encontrados com ele mais um papelote de cocaína, seis comprimidos de ecstasy, duas porções de maconha, uma balança, celulares e dinheiro.  O menor que recebeu a droga foi ouvido e liberado. 
Conforme os policiais, os 20 gramas de cocaína que chegaram pelos Correios, depois de fracionais, renderiam cerca de 100 porções da droga. O delegado disse ainda que descarta a participação de carteiros ou outros funcionários dos Correios no esquema. Ele contou que vai contatar a Polícia Civil de Rio Branco para tentar identificar os responsáveis pelo envio da droga.

PM apreende quase 60 celulares de origem duvidosa em shopping popular de BH

Quase 60 celulares de origem duvidosa foram apreendidos por policiais militares em box no shopping Xavantes, no Centro de Belo Horizonte,...