segunda-feira, 18 de abril de 2016

Idosa é presa após furtar produtos de supermercado em Sabará (MG) Suspeita alega ter sido aliciada por um homem para cometer o crime


Uma idosa de 63 anos foi presa suspeita de furtar um supermercado em Sabará, na região metropolitana de Belo Horizonte. Ela alega ter sido aliciada por um homem para realizar os crimes.
Segundo a PM (Polícia Militar), o crime foi descoberto por um fiscal da loja. Ele relatou que a mulher colocou uma bolsa aberta dentro de um carrinho e, quando o funcionário se afastava, a suspeita aproveitava para colocar produtos dentro da bolsa.
Ao sair da loja sem pagar pela mercadoria, ela foi abordada pelo segurança do supermercado e levada até uma sala, onde aguardou a chegada da PM. Quando os militares chegaram, eles pediram para verificar a bolsa da idosa e encontraram várias embalagens de desodorantes, vidros de shampoo e aparelhos de barbear.
Diante do flagrante, a suspeita disse ter sido aliciada por um homem que a levou até o supermercado em uma Kombi. Ele pagaria a ela o valor de R$ 100 por cada bolsa cheia de produtos. A mulher ainda relatou que cometia os crimes porque precisava de dinheiro.
Após a prisão, a PM descobriu que a idosa já tinha passagem pela polícia por furto de carne em um outro supermercado. Na época, ela chegou a cumprir pena de dez meses. Agora, a Polícia Civil irá investigar o homem que supostamente recruta idosas para realizar furtos.

Direito de servidor público que exerça atividades de risco de obter aposentadoria especial com proventos calculados com base na integralidade e na paridade. (Tema 1019 - STF)

O Supremo Tribunal Federal reconheceu, em 23/11/2018, a existência de repercussão geral da questão constitucional suscitada no Leading ...