segunda-feira, 25 de abril de 2016

Aumento significativo do número de latrocínios em Minas tira o sono da população

Pm2
É cada vez maior o número de latrocínios – que são os roubos seguidos de morte – em Minas Gerais. Balanço da Polícia Civil mostra que, apenas nos dois primeiros meses deste ano, 13 pessoas perderam a vida durante assaltos no estado, um crescimento de 160% em relação ao mesmo período de 2014.
A Região Metropolitana de Belo Horizonte é a que registrou o maior crescimento deste índice. Entre janeiro e fevereiro de 2014, apenas uma pessoa morreu vítima de latrocínio, contra seis no mesmo período deste ano.
Para o especialista em segurança pública Luís Flávio Sapori, a explosão das ocorrências de latrocínio é decorrente de uma menor capacidade da polícia em garantir uma ronda ostensiva pelas ruas e avenidas das cidades.
“No meu ponto de vista, a principal explicação, não a única, a principal explicação para o crescimento tão absurdo dos roubos em Belo Horizonte e em toda Minas Gerais, se deve à perda muito acelerada, muito drástica de efetivos dos quadros tanto da Polícia Militar quanto da Polícia Civil em Minas nos últimos anos. As polícias não divulgam estes números, estes números têm sido mantidos muito em segredo, o que é um absurdo, deveria ter mais transparência”, analisou o especialista em segurança pública.
Ainda de acordo com o Luís Flávio Sapori, as autoridades precisam enxergar os roubos como um crime tão grave quanto os homicídios. “Roubo é um crime violento, as pessoas têm que ter clareza disso, os políticos, os acadêmicos, os especialistas em segurança pública, que raramente levam isso em consideração. Há uma preocupação às vezes muito excessiva com os homicídios, que é real, mas a maior parte da violência hoje nas nossas cidades é o roubo”. “O latrocínio, que é um crime absolutamente edoindo, ele é parte do processo do roubo”, disse.

Convocação dos excedentes do CFS 2017 - PMMG

Excelentíssimo Senhor Governador do Estado de Minas Gerais. Nós, candidatos ao Curso de Formação de Sargentos da Polícia Militar de M...