sexta-feira, 11 de março de 2016

SEGURANÇA Treinamento para armas reprova 12 guardas de BH Ao contrário do que a PBH informou nessa quinta-feira ao jornal O Tempo, o número de inaptos foi de 12 e não 15; o curso envolve prática com 600 disparos, carga teórica, técnicas de tiro e primeiros socorros

Guarda Municipal está livre para multar nas ruas de BH
A Secretaria de Segurança Urbana e Patrimonial de Belo Horizonte publicou no Diário Oficial desta sexta-feira (11) a lista dos guardas considerados aptos ou não a portar arma. O número contraria o informado nessa quinta-feira (10) ao jornal O Tempo. Dos 117 profissionais que fazem o curso preparatório para o exercício da função, 12 foram considerados sem estrutura psicológica para manusear e ter, em sua posse, um armamento. A primeira informação era de que, 15, estavam nesta condição.
A primeira turma a fazer o exame, no mês passado, atingiu índice melhor, com 99 guardas considerados aptos e apenas um reprovado.

O curso envolve prática com 600 disparos, carga teórica, técnicas de tiro e primeiros socorros. O treinamento é feito por uma empresa especializada, contratada por meio de licitação. Atualmente, a Guarda Municipal da capital é composta por 2.117 homens e mulheres.
A assessoria de imprensa da corporação informou que, por se tratar de uma primeira avaliação, não é possível apontar ainda se o número de reprovados é considerado grande, mas salientou que há possibilidade de repetir os testes após o fim do processo.

Dupla rouba carro e bate em viatura em praça do Coração Eucarístico

O veículo foi tomado de assalto no bairro Alípio de Melo, mas os suspeitos foram surpreendidos por uma viatura, tendo início uma perseguiç...