sábado, 5 de março de 2016

Sargento aposentado é morto a facadas pela namorada em Uberlândia Zenaide Marques confessou que matou o militar depois de uma briga por ciúmes


Uma mulher de 56 anos confessou à Polícia Militar ter matado o namorado com 11 facadas em Uberlândia, no Triângulo Mineiro. O sargento aposentado Cláudio Ferreira de Leles, de 65 anos, foi assassinado após uma brigada motivada por ciúmes com a companheira Zenaide Marques.
O crime aconteceu dentro da casa do militar no bairro Morumbi. Depois de notar o sumiço do pai, o filho de Leles foi até o local e encontrou o corpo caído na sala com diversas perfurações.
A PM esteve na residência e, pouco tempo depois, localizou Zenaide. Ela confessou o crime e disse aos militares que após uma discussão com o sargento, pegou uma faca e o atingiu 11 vezes enquanto ele estava deitado no sofá. A mulher informou ainda que as brigas por ciúmes entre o casal eram contantes. 
Leles estava em seu terceiro relacionamento. Segundo os amigos da vítima, era separado do primeiro casamento, viúvo do segundo e acreditava que teria uma nova vida ao lado de Zenaide. Adriano Albino Araújo, vizinho do militar, relata que já havia alertado o sargento sobre o comportamento agressivo de sua companheira.
— Ela afastou todos os amigos da vida dele. Nós avisávamos para o Leles que ela ia cometer um crime, mas ele não acreditava que a Zenaide que era capaz de fazer algo.
Zenaide foi encaminhada à Delegacia da Polícia Civil de Uberlândia e o corpo de Leles foi enterrado na cidade de Patos de Minas, no Alto Paranaíba.   R7MG

Dez pessoas são presas durante operação de combate à criminalidade no Vale do Mucuri

Pelo menos dez pessoas foram presas, nesta sexta-feira (17), durante operação de combate à criminalidade no município de Malacacheta, no V...