quinta-feira, 31 de março de 2016

Minas Gerais registra aumento no número de homicídios

O primeiro bimestre de 2016 começou com aumento no número de homicídios em Minas Gerais. Foram registrados 749 assassinatos contra 738 do mesmo período do ano passado, pequena alta de 1,49%. No caso de Belo Horizonte, houve uma redução nos números, que passaram de 112 para 99, uma redução de 11,61%.
Os números foram divulgados na tarde desta quarta-feira (30) pela Secretaria de Defesa Social e mostram uma leve mudança em relação ao observado no ano passado, quando houve uma queda de 2,59% no acumulado dos 12 meses. Com taxa de 12,5 óbitos diários, a média também é maior que a de 2015, que fechou com 11,4 assassinatos.
A tendência da queda dos índices na capital segue uma tendência iniciada no ano passado, quando o índice teve uma substancial redução de 22,4% nesses crimes.
Na Região Metropolitana de Belo Horizonte a tendência também é de queda. No primeiro bimestre de 2016, foram vitimadas 302 pessoas, 18 a menos do que no mesmo período de 2015, o que representou uma redução de 5,63%. No ano completo de 2015, a queda foi mais acentuada, de 10,20%, com 1.716 vítimas de homicídios consumados contra 1.911 no ano anterior.
Interior
Nas demais regiões do Estado, algumas cidades se destacam no aumento do número de assassinatos. Os piores índices estão em Sete Lagoas, com 21 mortes contra 10 (+110%); Ribeirão das Neves, 33 contra 22 (+50%); Contagem, 49 a 44 (+11,36%); Uberaba, 15 a 12 (+25%); e Governador Valadares, 19 a 17 (+11,76%).
Uberlândia, Ipatinga e Divinópolis, por exemplo, mantiveram-se estáveis.

Dez pessoas são presas durante operação de combate à criminalidade no Vale do Mucuri

Pelo menos dez pessoas foram presas, nesta sexta-feira (17), durante operação de combate à criminalidade no município de Malacacheta, no V...