sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

Médica legista aposentada é detida ao agredir segurança da Santa Casa Mulher se exaltou porque queria que filho tivesse atendimento prioritário por ela ser médica legista aposentada

Divulgação / Google Street View
Uma médica legista da Polícia Civil aposentada foi detida após agredir o segurança do Hospital Santa Casa, em Montes Claros, no Norte de Minas, na tarde dessa quinta-feira (14). A mulher acompanhava o filho no hospital, quando foi impedida de falar com um médico e se alterou.
Em nota, o hospital informou que a mulher chegou a instituição em busca de atendimento prioritário para o filho, que já havia passado por uma triagem. Muito exaltada, segundo a nota, a mulher forçou a entrada em uma área restrita.
Ainda conforme explicou a assessoria de comunicação da Santa Casa, a mulher teria "alegado ser  médica e, em função disso, quis ter prioridade no atendimento". Ao ser comunicada de que teria que esperar, a médica legista desacatou e agrediu fisicamente o segurança da Santa Casa.

A Polícia Militar foi acionada, mas mesmo assim a aposentada não se conteve. Os militares informaram ter que usar da força para imobilizar a mulher. O filho da vítima, que estava no local porque havia se cortado, tentou impedir a ação da PM e também foi conduzido. 
Ela foi detida e encaminhada para a 98º Delegacia de Polícia Civil (AIsp) da Cidade. Após o registro da ocorrência, ela foi liberada. O registro será encaminhado para o delegado responsável pela unidade na próxima segunda-feira (18). 

Dez pessoas são presas durante operação de combate à criminalidade no Vale do Mucuri

Pelo menos dez pessoas foram presas, nesta sexta-feira (17), durante operação de combate à criminalidade no município de Malacacheta, no V...