quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

Juízes do trabalho de Minas que têm casa própria perdem direito ao auxílio-moradia

O pagamento de auxílios-moradia e alimentação para juízes do trabalho de Minas Gerais que tenham imóvel próprio no local de atuação foi suspenso nesta quarta-feira.
Em comunicado enviado à Itatiaia, o presidente do Tribunal do Trabalho de Minas (TRT), desembargador Júlio Bernardo do Carmo, explicou que o pagamento dos benefícios em ano anteriores foi efetuado com recursos da União. Em razão da crise financeira no país, houve corte nos repasses, situação que inviabiliza o pagamento.
O comunicado não deixa claro por quanto tempo vai durar a suspensão dos benefícios. 

Uso do Exército para combater crime triplica desde 1990

O chefe de operações conjuntas do Ministério da Defesa diz que a maioria das ações de combate à criminalidade nos anos 1990 tinha como c...