sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

Após parcelamento de salário, delegados de Minas adiam paralisação

delegados
Após o governo de Minas anunciar, na manhã desta sexta-feira (15), o parcelamento de salários para servidores que ganham mais de R$ 3 mil, os delegados do Estado adiaram as paralisações pontuais que estavam previstas caso houvesse atraso na remuneração.
De acordo com o presidente do Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado de Minas Gerais (Sindepominas), Marco Antônio de Paula Assis, a decisão permanece, pelo menos, até a próxima segunda-feira (18).
“Como foi falado em parcelamento e não em atraso, suspendemos provisoriamente a possibilidade de paralisação. Porém, na próxima semana vamos nos reunir com membros do sindicato e decidir o que vamos fazer”, explicou o presidente.

Ainda segundo ele, o sindicato pretende entrar com uma ação de Mandado de Segurança Coletivo com base na quebra de tratamento isonômico, levando em conta que servidores de outros poderes não terão parcelamento.
“O nosso salário será parcelado, mas servidores do Ministério Público e de empresas estatais vão receber integralmente no quinto dia útil. Vamos encaminhar essa ação à Justiça. Além disso, ainda não recebemos o Adional de Desempenho devido pelo Estado de 2013 e 2014”, disse Assis.
Nessa quinta-feira (14), a vice-presidente do Sindepominas, Miriam de Oliveira Galuppo, informou que os delegados poderiam fazer as paralisações pontuais caso não entrasse em acordo com o Estado.
Em casos de paralisações, os delegados cruzariam os braços por um tempo determinado. Os atos seriam com dia e horas marcados e avisados com antecedência à população. O protesto pode durar uma hora ou dois dias, por exemplo. Com o serviço parado, mesmo que por apenas uma hora, os trabalhos dos policiais, como investigações ou até mesmo recebimento de ocorrências, ficariam comprometidos.Fonte

Dupla rouba carro e bate em viatura em praça do Coração Eucarístico

O veículo foi tomado de assalto no bairro Alípio de Melo, mas os suspeitos foram surpreendidos por uma viatura, tendo início uma perseguiç...