terça-feira, 3 de fevereiro de 2015

Irmãos apagam cigarro em rosto de criança que sonha em ser policial militar


Caso aconteceu em Ponte Nova, na Zona da Mata, e suspeitos foram apreendidos


A PM (Polícia Militar) prendeu dois adolescentes de 13 e 17 anos denunciados por tortura no bairro São Pedro em Ponte Nova, na Zona da Mata mineira. Eles seriam apontados como os responsáveis por várias queimaduras provocadas por pontas de cigarro no rosto de um menino de nove anos.   
Segundo os militares, a criança tinha cinco marcas de queimaduras antigas e uma recente. Ao ser questionado sobre os ferimentos, ele relatou que haviam sido provocados por dois menores, também são moradores do bairro, e que teriam apagado cigarros de maconha em seu rosto.  
Ainda conforme relato da criança, as torturas aconteciam sempre da mesma forma: o adolescente de 13 anos o imobilizava pelas costas enquanto o irmão o queimava com o cigarro. Ele contou ainda que os jovens sempre o acusavam de "fechar com a polícia e não com bandido" e o chamavam de X9.  
Isso porque a vítima tem o sonho de ser militar e sempre visita o quartel da PM instalado próximo ao bairro. Ele também é conhecido dos policiais que trabalham na região e, isso estaria incomodando os traficantes que atuam no bairro, que teriam determinado as agressões.   
Diante das informações, a PM realizou um rastreamento na região e localizou os irmãos. Eles negaram o crime, mas foram apreendidos em flagrante. A mãe dos adolescentes acompanhou o registro da ocorrência e, na delegacia, ainda teria ameaçado a mãe da vítima e foi presa em flagrante.   
Conforme a PM, a vítima foi levada a um hospital e passa bem. Os menores apreendidos já tinham sido detidos anteriormente por tráfico de drogas, lesão corporal e roubo.
R7MG

Dez pessoas são presas durante operação de combate à criminalidade no Vale do Mucuri

Pelo menos dez pessoas foram presas, nesta sexta-feira (17), durante operação de combate à criminalidade no município de Malacacheta, no V...