sábado, 10 de janeiro de 2015

PM e servidor de Justiça são suspeitos de extorsão, diz polícia


Eles estariam exigindo R$ 30 mil de um comerciante de Contagem.
Um dos suspeitos foi preso em flagrante nesta sexta-feira (9).

Um policial militar e um servidor da Justiça são suspeitos de tentar extorquir dinheiro de um comerciante, em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Eles estariam se passando por policiais civis no momento do flagrante. Um deles foi preso.
O flagrante aconteceu em uma praça, no bairro Eldorado. De acordo com a polícia, os suspeitos exigiam receber R$ 30 mil da vítima que tinha acabado de vender um carro por este mesmo valor.
Segundo os investigadores, no domingo (4) o comerciante foi rendido por dois homens que se apresentaram como policiais civis. Ele disse que foi levado para um matagal. Em seguida teria sido torturado. O comerciante chegou a dar R$ 4 mil reais aos homens porque a família teria sido ameaçada. Mesmo assim, segundo a vítima, a extorsão continuou.
O comerciante denunciou o caso à Corregedoria da Polícia Civil. Quando os suspeitos marcaram um encontro para esta sexta-feira (9), foram surpreendidos por policiais civis e militares. Os dois fugiram correndo, depois de abandonar o carro. Um foi preso e identificado como funcionário do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG). O outro conseguiu escapar, mas deixou documentos no veículo. Ele é um policial militar.
A polícia ainda investiga se há outros participantes do crime. Dois homens que estavam de moto foram vistos durante o flagrante. A suspeita é de que um deles tenha ajudado na fuga do PM.
Do G1 MG

Dez pessoas são presas durante operação de combate à criminalidade no Vale do Mucuri

Pelo menos dez pessoas foram presas, nesta sexta-feira (17), durante operação de combate à criminalidade no município de Malacacheta, no V...