quarta-feira, 7 de janeiro de 2015

PC esclarece dois dos três homicídios de 2015 em Patos de Minas

             

A Polícia Civil de Patos de Minas, no Alto Paranaíba elucidou dois dos três primeiros homicídios registrados na cidade em 2015. Nesta quarta-feira, 7 de janeiro, dois suspeitos foram apresentados à imprensa.
Uma das mortes esclarecidas é a de Edmilson José de Santana, de 26 anos, conhecido como “Dicoró”. Ele foi assassinado no dia 1º de janeiro, quando um atirador abriu fogo contra o carro dele. A esposa também ficou ferida e um bebê do casal escapou ileso. O suspeito Gabriel de Paula Rodrigues, de 18 anos, conhecido como “Mussum”, e um menor de 17 anos, são os suspeitos da morte.
De acordo com a PC, o crime pode estar relacionado com rixas entre grupos rivais, já que Gabriel e o menor pertencem a um grupo do Bairro Jardim Esperança, enquanto a vítima que tinha passagem por tráfico de drogas morava no Alto da Colina.
Gabriel foi preso por força de um mandado de prisão preventiva e o menor recolhido até o Centro de Internação de Menores. A arma do crime e a moto não foram localizadas pelos policiais.
Já com relação à morte de Wenderson Júnio dos Santos, de 18 anos, o suspeito é Gabriel Ferreira Costa, 19 anos, conhecido como “Grilo”. Segundo o policial, o acusado pertence a uma facção criminosa no Bairro Vila Operária, inclusive fora preso no ano passado durante a Operação Impacto Digital. Por outro lado, a vítima pertencia a um grupo no Nossa Senhora Aparecida. Wenderson foi baleado quatro vezes no dia 2 de janeiro
Gabriel de Paula e Gabriel Ferreira negam a autoria dos crimes.
A morte de Gabriel Vinícius Ferreira de Melo, 18 anos, conhecido como “Saci”, ainda está sendo investigada.
Com informações de Patos Hoje

Dez pessoas são presas durante operação de combate à criminalidade no Vale do Mucuri

Pelo menos dez pessoas foram presas, nesta sexta-feira (17), durante operação de combate à criminalidade no município de Malacacheta, no V...