domingo, 4 de janeiro de 2015

Objetivo é mobilizar comunidade para entregar armas à polícia. Reembolso a voluntários varia de R$ 150 a R$ 450, de acordo com tipo.



Para tentar reduzir o número de crimes de violência doméstica em Pará de Minas, a Polícia Militar (PM) reforça a Campanha de Desarmamento na cidade. A iniciativa consiste em incentivar a entrega de armas de fogo à polícia. Um balanço da quantidade recebida pela polícia em 2014 está sendo preparado.
De acordo com o tenente Darlei Silva, subcomandante da 19ª Companhia Independente, o fato de algumas pessoas possuírem armas de fogo favorece a incidência de casos de ameaças, tentativas de homicídio e também acidentes domésticos, principalmente envolvendo crianças ou adolescentes que, curiosos, manuseiam a arma deixada ao alcance dentro de casa e, sem querer, atiram em alguém. 
"Estamos reforçando a campanha e indicando que todo cidadão que tenha arma de fogo em casa vá à Polícia Federal (PF) ou à PM, que são instituições credenciadas para isso. A pessoa poderá vir ao quartel para pedir uma guia de trânsito para que possa trazer a arma até aqui. Há um reembolso em dinheiro, que vai de R$ 150 a R$ 450, dependendo do tipo de armamento", disse o subtenente.
Segundo a PF, a obtenção da guia de trânsito para o transporte da arma de fogo é obrigatória. "Somente assim você poderá transportar a arma até o local da entrega sem o risco de tê-la apreendida pela polícia durante o trajeto. A guia não autoriza o porte da arma, apenas seu transporte, desde que esteja desmuniciada e acondicionada de maneira que não possa ser feito o seu pronto uso, e somente no percurso nela autorizado", explicou a PF, em nota.
O transporte da arma de fogo sem a guia ou o transporte com a guia, mas sem observar suas condições, poderá provocar a prisão em flagrante pelo crime de porte ilegal de arma de fogo. Ainda segundo o militar Darlei Silva, muitas armas de fogo são apreendidas diariamente pela PM na cidade.
Do G1 Centro-Oeste de Minas

PM apreende quase 60 celulares de origem duvidosa em shopping popular de BH

Quase 60 celulares de origem duvidosa foram apreendidos por policiais militares em box no shopping Xavantes, no Centro de Belo Horizonte,...